Impulsojunte-se à Impulso
A importância das mulheres no universo da tecnologia

28/09/22

5 min de leitura

A importância das mulheres no universo da tecnologia

A importância das mulheres no universo da tecnologia

Priscila MonteiroPriscila Monteiro

Se você é de TI e não faltou às aulas dos primeiros períodos da faculdade, sabe da importância das mulheres para essa área. Pois a primeira pessoa a publicar um algoritmo para ser processado em máquinas foi uma mulher. Seu nome era Ada Lovelace, uma matemática inglesa considerada a fundadora da Ciência da Computação.  

Infelizmente, mais de um século depois desta incrível inovação de Ada na história da tecnologia, as mulheres ainda enfrentam muitos problemas dentro dessa área. Elas seguem lutando por espaço e reconhecimento dentro do universo de trabalho de TI.

Apesar de já existirem alguns esforços para incentivar a presença delas na área de tecnologia, ainda estamos longe da igualdade de gênero no setor. O artigo “Women in Tech Index”, da Honeypot, mostra que em 41 países pesquisados a força de trabalho feminina em TI é inferior a 31%. Em alguns países, este número cai para 10%. Pior ainda, quando se trata de diferença salarial entre mulheres e homens, que chega a 40% em alguns países.

Em suma, a desigualdade de gênero dentro do universo de TI é um problema global, além de uma dívida histórica com Ada Lovelace, Grace Hopper, Glades West e tantas outras que contribuíram para o avanço da computação. Por isso, para fazer o contraponto, trouxe uma lista com algumas razões que mostram a importância das mulheres no mercado de tecnologia.

1. Crescimento da economia global

A inclusão de mulheres no mercado de trabalho pode impulsionar o crescimento do PIB. Até porque a paridade de gênero não é apenas uma questão ética ou moral, mas também econômica. 

O Instituto McKinsey Global, por exemplo, reportou que 12 trilhões de dólares podem ser adicionados ao PIB global até 2025 por meio da promoção de mais mulheres no mercado de trabalho. Inclusive, a América Latina, de acordo com o relatório, é uma das que têm mais potencial de crescimento, representando 14% do total estimado.

A conta, na verdade, é muito simples: quanto maior a participação das mulheres atuando na área de TI, maior o poder de compra e com isso, maior o PIB da região e do país. Ou seja, mais mulheres dentro da força de trabalho, maior participação delas na movimentação da economia mundial e maior arrecadação financeira para os países.

2. Produção de melhores produtos

Membros das equipes de tecnologia devem representar as diferentes demandas de toda a base de consumidores. É óbvio que as mulheres fazem parte do público consumidor, mas apenas algumas delas participam do desenvolvimento dessas tecnologias. Assim, trazer mais mulheres para este mercado de trabalho vai atender melhor as necessidades do público consumidor. 

Além disso, culminaria no desenvolvimento de melhores produtos de TI, afinal, quanto maior a compreensão do público, melhor os produtos e maior a satisfação das pessoas que os consomem. Ou seja, isso pode gerar produtos melhor projetados e desenvolvidos por e para mulheres. 

Se alcançarmos a paridade de gênero na tecnologia, criaremos mais oportunidades de projetar tecnologia para todos. Isto significa que o próprio universo de TI se tornará mais democrático.

3. Inclusão social

Que os empregos tecnológicos estão entre as profissões mais bem remuneradas do mundo nós já sabemos. Entretanto, a área ainda sofre com a falta de inclusão social. Então, trazer mulheres a bordo contribuiria para o empoderamento do gênero na vida social e econômica. 

Indo ainda mais além, isto também vai impactar na forma como as mulheres são tratadas na sociedade. Se houvesse mais empresas de tecnologia lideradas por mulheres, isso poderia impor mais respeito para toda as que atuam na área. Isto porque hoje enquanto minoria atuante na área, elas ainda são desacreditadas ou descredibilizadas. Nossa CCO, por exemplo, relata neste artigo algo que aconteceu com ela própria. 

4. Diminuição do cyberbullying

Infelizmente, as mulheres são as mais afetadas pelo cyberbullying. Ter mais mulheres na tecnologia pode tornar possível a criação de mais políticas de proteção. A tal da sororidade posta em prática. As pesquisas mostram que as mulheres são mais atacadas do que os homens, portanto estão mais conscientes destas questões. 

Dessa forma, se tivéssemos mais mulheres na área de tecnologia, haveria mais proteção contra o cyberbullying e outros problemas virtuais que afetam o respeito à mulher.

Como conseguir igualdade no ambiente de trabalho?

A igualdade de gênero no local de trabalho é uma missão da comunidade de tecnologia e dos Governos. Como um bom exemplo, o governo australiano criou uma agência legal (WGEA), responsável pela promoção e melhoria da igualdade de gênero nos locais de trabalho australianos.

Aqui na Impulso, trabalhamos com este objetivo de várias formas, pensando até mesmo em detalhes. É por isso que em nossos textos nós usamos o gênero neutro quando falamos de pessoas dentro da área de tecnologia. Temos 8 áreas internas com 14 lideranças femininas. 💪 Somos parceiros de uma iniciativa chamada A Jornada da Heroína, para mulheres que querem entrar na programação.

Além disso, a nossa Comunidade de Impulsers (nome carinhoso que damos às pessoas que fazem parte da nossa comunidade),  tem um grupo específico para Mulheres em TI  e é governada por uma Deusa, a Atena. Também não toleramos nenhum tipo de desrespeito, inclusive o de gênero. Mas temos a sorte de termos pessoas no Discord, que compactuam com nossos valores e ocasiões como essa simplesmente não ocorrerem. Em resumo, acreditamos que o primeiro passo é regularizar a presença de mulheres neste meio e trabalhamos para isso.

Próximos passos

  • Locais de trabalho que proporcionam equidade salarial para homens e mulheres em mesmas posições;
  • Remoção de barreiras para a participação plena e igualitária das mulheres na força de trabalho;
  • Acesso a todas as ocupações e indústrias, incluindo funções de liderança, independentemente do gênero;
  • Eliminação da discriminação com base no gênero, particularmente no que diz respeito às responsabilidades familiares e de cuidado.

Esses são apenas alguns primeiros passos, mas são o suficiente para servir de bússola para aquilo que estamos buscando. Falando nisso, aqui na Impulso nós temos um evento mensal com mulheres para falar sobre o ambiente de trabalho, compartilhar experiências e pensar em caminhos para o futuro. Venha fazer parte disso! 

Acontece na nossa comunidade do Discord, que você pode acessar por aqui. No mais, não esqueça de acompanhar nosso Blog para ficar por dentro dos assuntos do momento.

[Texto traduzido e adaptado do Medium]

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Ao aceitar, você concorda com nossa Política de Privacidade

Assine nossa newsletter

Toda semana uma News com oportunidades de trabalho, conteúdos selecionados, eventos importantes e novidades sobre o Mundo da Tecnologia.

Pronto, em breve você vai receber novidades 👍