Impulsojunte-se à Impulso
Os 3 motivadores de uma Comunidade Virtual e o segredo para fazê-la dar certo

21/09/22

5 min de leitura

Os 3 motivadores de uma Comunidade Virtual e o segredo para fazê-la dar certo

Os 3 motivadores de uma Comunidade Virtual e o segredo para fazê-la dar certo

Karine SilveiraKarine Silveira

Uma das maiores questões, ao avaliar comunidades digitais prósperas, é: quais são as principais motivações para que as pessoas participem? Ou melhor ainda, o que cria mais valor em uma comunidade virtual?

Pensando nisso, parece que existem duas razões básicas que energizam as pessoas a se engajarem: estar junto e aprender junto. E na intersecção destas duas, tem o fazer junto. Claro que nenhuma dessas ideias é exclusiva e há muita sobreposição, mas é evidente que suas intenções centrais são diferentes.

1. Estar junto

Uma parte importante deste conceito está no objetivo de construir relacionamentos. Diferente do que as pessoas pensam, o trabalho não precisa ser resumido a um convívio obrigatório. Na verdade, também pode ser um ambiente de amizade, confiança e segurança. E tudo isso passa pela construção efetiva de relações humanas. 

Estamos juntos para cumprir com nossas entregas, mas também para desfrutar da companhia um do outro, para rir e nos divertirmos. Para celebrarmos os bons momentos juntos e nos preocuparmos uns com os outros nos momentos dolorosos. 

No fim das contas, estar junto faz referência à ideia de evolução. Podemos evoluir como indivíduos, mas também como coletivo. E, a partir disso, juntos darmos sentido ao mundo que está ao nosso redor. Aqui na Impulso, por exemplo, nutrimos relações genuínas, tanto que temos nossa própria Comunidade, no Discord.

2. Aprender junto

Aprender com outras pessoas é uma das bases da nossa evolução pessoal. Isto envolve abrir-se para novas ideias, novos processos e mudanças na sua rotina. Normalmente, acontece de duas formas: 

  • Aprendizagem em pares: quando você aprende com outros membros da comunidade virtual;
  • Mentoria: quando você aprende com pessoas mais velhas e/ou mais experientes.

Aprender junto também significa ter alguém para te acompanhar durante eventos e bootcamps. De novo, o fundamental dentro de tudo isso está na criação de relacionamentos. É a partir delas que as coisas de fato acontecem.

Por fim, aprendemos juntos ao compartilhar com outras pessoas sobre nosso próprio trabalho, nosso processo e nossas visões. Além disso, este aprendizado também depende muito do feedback sincero e profissional, que traz perspectiva ao trabalho de outros membros da comunidade.

3. Fazer junto

Este conceito é simples: colocar a mão na massa juntos, seja trabalhando ou conhecendo oportunidades e novos caminhos dentro da empresa. No fim das contas, significa criar o espírito de equipe. Um que seja forte a ponto das pessoas resolverem problemas juntas e se unirem quando as coisas também não forem bem. 

Uma equipe unida e solidificada é a melhor chance para a comunidade virtual ser bem-sucedida. Assim, as pessoas precisam apoiar as carreiras umas das outras e, mais do que isso, estabelecer relacionamentos. Pode ser repetitivo, mas isto é fundamental. É impossível formar um time coeso sem que haja relações amigáveis entre membros. 

Portanto, devemos compartilhar oportunidades uns com os outros e mergulharmos juntos nelas. Trabalhamos juntos em um desafio coletivo que escolhemos juntos, ou trabalhamos juntos no projeto de um de nós. O importante é seguirmos em frente de mãos dadas.

E, sim, tudo isso envolve passar por alguns obstáculos.

Possíveis desafios

Estarmos juntos requer uma abordagem paciente e funcional a longo prazo. Além disso, as coisas caminham mais tranquilamente quando fazemos isso sem expectativas muito específicas. De início, a única certeza é que para dar certo alguns atributos são necessários: bondade, abertura, escutar os outros, confiança e sentimento de segurança.

Fazer juntos é diferente: isso significa que temos um objetivo claro que estamos tentando alcançar. Ou seja, precisamos de um outro tipo de foco: prazos, confiabilidade, objetivos do projeto, papéis da equipe, orçamentos e concentração.

Entretanto, vale pontuar que uma relação harmoniosa nem sempre significa um trabalho harmonioso. É por isso que é necessário entender também, que fazer juntos requer de uma combinação muito específica de: ideias, habilidades e, principalmente, estilos de trabalho.

Algum dos motivadores importa mais que outro?

A resposta direta é “não”, mas é possível ir um pouco além com a explicação. Os três motivadores são fundamentais para o bom funcionamento de uma comunidade e de uma equipe de trabalho. Mas, como já mencionado anteriormente, eu até traria aqui um quarto motivador possível e que é o mais importante de todos. Criar relacionamentos.

Isso porque é evidente que o melhor trabalho possível só acontece quando o fazemos com pessoas que confiamos. A questão é que, para que essa confiança seja criada e nutrida, é necessário investir em relações e dar tempo ao tempo. Mas será que as empresas e as comunidades virtuais por aí realmente possuem a paciência e o compromisso de priorizar relações antes dos resultados?

Não dá para responder por elas, mas a Impulso com certeza possui, sim, esta paciência e este compromisso. Os resultados sempre ficam claros no longo prazo. Mas, por experiência própria, já percebemos que a melhor opção sempre é investir, logo no início, em bons relacionamentos. A confiança, a parceria e a vontade de fazer com que as coisas deem certo sempre aparecem rapidamente depois que essas relações são nutridas e construídas de forma genuína.

Criando relacionamentos

Então, a partir de agora, que tal fazer exatamente isso e investir no quarto e principal motivador? No fim das contas, relacionamentos vão te levar a estar, aprender e fazer junto com outros membros. Por isso, te convido a fazer parte da nossa comunidade no Discord. É lá que colocamos todos esses planos teóricos em prática.

Além disso, vale a pena acompanhar o nosso Blog, que conta com artigos semanais, assim como as redes sociais da Impulso, com conteúdos inéditos diários. Lembre-se: O futuro do trabalho é tech, mas principalmente humano!

[Texto traduzido e adaptado do Medium]

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Ao aceitar, você concorda com nossa Política de Privacidade

Assine nossa newsletter

Toda semana uma News com oportunidades de trabalho, conteúdos selecionados, eventos importantes e novidades sobre o Mundo da Tecnologia.

Pronto, em breve você vai receber novidades 👍