Impulsojunte-se à Impulso
Decifra-me ou… Eu acabo desmotivando!

30/03/22

3 min de leitura

Decifra-me ou… Eu acabo desmotivando!

Decifra-me ou… Eu acabo desmotivando!

Karine SilveiraKarine Silveira

Não é novidade para ninguém que o turnover no setor de tecnologia é alto… Com empresas de grande renome competindo por esses profissionais, isso só piora ainda mais. Mas, o que você, ou as empresas, tem feito para contornar esta situação?

Aqui na Impulso, uma das coisas que a gente faz – e funciona – é ouvir!

Parece pouca coisa, mas quando você para e dá a devida atenção para aquela pessoa que trabalha com você, isso é significativo.

Não vale só dar feedback sobre o trabalho, procure entender quem é esta pessoa, o que faz o trabalho dela ser motivador… se você não decifrá-la, ela vai acabar desmotivada.

As motivações dessas pessoas é algo mais simples e acessível de conhecermos (quando há intenção e direcionamento para isso) do que a maioria pensa. Assim, o que me motivou (opa!) para escrever este artigo, na verdade, foi o desejo de compartilhar uma ferramenta bem legal que tem me ajudado muito a conhecer mais as minhas pessoas, chamada Moving Motivators. Apresento já, já!

É  um fato que, estimular as motivações pessoais do seu time (e saber o quanto elas estão em alinhamento com o propósito da empresa) interfere fortemente nos resultados e, obviamente, no ambiente de trabalho.

E você só pode ajudar a desenvolver algo que conhece, certo?! Então, é aí que entra a importância de abordar este assunto com intencionalidade, planejamento e seriedade. Mesmo que de forma descontraída! Afinal, há uma série de maneiras de avaliar a motivação, e eu sigo acreditando que o melhor é a abordagem multidisciplinar.

Pode ser, inclusive, através de dinâmicas interativas, bons e constantes one-on-one (1:1), criando e estimulando a proximidade ao longo da relação de trabalho e, graças à tecnologia, também através de recursos jogáveis!

Você já ouviu falar em Moving Motivators?

É uma das ferramentas mais bacanas que eu conheço sobre o assunto.

Trata-se de um jogo de cartas que, geralmente, é feito individualmente. Mas também pode ser aplicado como uma dinâmica de equipe — e foi inventado por Jurguen Appelo, fundador do Management 3.0. O método foca bastante nos desejos intrínsecos, ou seja, nos objetivos individuais de cada pessoa do time. Mas, também, há motivações extrínsecas.

Para isso, ele traz 🎴 cartões com os seguintes fatores: Curiosidade, Aceitação, Força, Parentesco, Objetivo, Honra, Maestria, Liberdade, Ordem e Status.

Como somos remotos, uso o Miro e criei a minha versão online do Moving Motivators.
A ideia é que cada pessoa organize seus motivadores do mais importante para o menos importante e, claro, é possível descartar ou criar outros que não estão na lista.

A partir da dinâmica, eu sempre converso com cada um para entender melhor cada escolha de carta e, também, me aproximar ainda mais das razões que os motivam.

Por último, vem a parte mais importante: entender como a Kari, gestora, e a Impulso, estão contribuindo para que os motivadores dessa pessoa sejam atendidos — ou não, né. Também é importante saber quais motivadores estamos deixando de lado no nosso dia a dia como time e como empresa.

Conhecer o que motiva as nossas pessoas é a melhor forma de avaliar o quanto nosso ambiente está alinhado com os propósitos delas.

E aí, é claro… Gente motivada traz melhores resultados e permanece por mais tempo!

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Ao aceitar, você concorda com nossa Política de Privacidade

Assine nossa newsletter

Toda semana uma News com oportunidades de trabalho, conteúdos selecionados, eventos importantes e novidades sobre o Mundo da Tecnologia.

Pronto, em breve você vai receber novidades 👍